B3T

B3T TAP

Indicações

Bilateral: Analgesia intra e pós-operatória de cirurgia abdominal por laparotomia (por exemplo, resseção intestinal, colecistectomia clássica, cirurgia hepatobiliar, histerectomia, prostatectomia por via abdominal, cesariana); abdominoplastia; cirurgia abdominal por laparoscopia (por exemplo, colecistectomia, apendicectomia).

Unilateral: Analgesia intra e pós-operatória de nefrectomia e apendicectomia; hérnia inguinal ou crural, varicocelo;

Analgesia pós-implantação subcutânea (parede abdominal) de bombas infusoras para administração de fármacos intratecais.

Contra-indicações

Absolutas: recusa do doente; alergia aos anestésicos locais; infeção no local de punção.

Relativas: Sem contra-indicações especiais. 

Material

Sonda linear

Frequência: 10-15 Mz

Profundidade: 2-4 cm (varia com o hábito do doente)

Anestésico Local: 0,4 mL/kg por lado

Referências anatómicas

Abordagem de J. McDonnel: linha axilar anterior; triângulo de J. L. Petit; músculos da parede lateral do abdómen (OE; OE; TA) e Plano fascial TAP

Abordagem de R. Blanco: intercepção entre QL e os três músculos da parede lateral do abdómen

Subcostal oblíqua de P. Hebbard: bordo costal inferior, bordo lateral do RA e os três músculos da parede lateral do abdómen (OE, OI e TA) – linha semilunar

Posição da sonda / Sonoanatomia

Complicações

Hematoma da parede abdominal.

Infeção.

Lesão intestinal.

Lesão hepática, renal, esplénica ou intra-peritoneal.

Injeção intra-vascular.

Lesão neural.

Intoxicação sistémica por anestésicos locais.